A arte da tapeçaria marroquina tem a sua origem nas montanhas do Atlas e nas tribos que ali residiam. Executados pelas mulheres, continuam a ser feitos por processos manuais e com lã também tingida à mão. Mais do que para decoração, são encarados por estes povos como uma componente fundamental da sua cultura, servindo de meio de comunicação para expressar ideias, histórias de vida e símbolos relacionados com a natureza, fertilidade, nascimento e espiritualidade, como este Zanafi Berbere da coleção do Bazar Turcomano. Na cultura marroquina, os tapetes são ainda considerados o presente perfeito!