Os tapetes Azerbaijani estão classificados pela Unesco como Património Imaterial da Humanidade, desde novembro de 2010, tal a sua relevância para a história da tapeçaria.

Principal forma de expressão artística do povo Azeri desde há séculos, estes tapetes cheios de detalhes formas e cores, representam a identidade cultural azerbaijani, como é possível constatar no museu do tapete em Baku que tem em exposição mais de 5000 exemplares únicos, do séc. XVII ao séc. XX.

Único também, pela sua beleza e originalidade, é este Azerbaijani da coleção do Bazar Turcomano.